banner
moto usada

Vai comprar uma moto usada? Saiba como escolher a moto certa.

Com o recente aquecimento da economia do país a venda de motos zero km bateu todos os recordes, os juros estão mais baixos e para quem pretende financiar parte do pagamento não resta dúvidas de que a moto nova é a melhor opção, mas nem sempre o preço da moto que queremos quando zero condiz com o R$ que temos no bolso, é nessa hora que as semi-novas aparecem para solucionar o problema.
Usadas: 900cm³ pelo preço de 500cm³
As vantagens da moto zero km são muitas, principalmente em relação à garantia de fábrica e a confiabilidade mecânica, quase sempre são sinônimo de poucos problemas, no entanto a desvalorização no seu primeiro ano de uso é muito alta, chegando a 30% em alguns modelos, portanto se você está com o dinheiro “no pé do cipa” tem grandes chances de fazer um ótimo negócio comprando uma semi-nova. Por exemplo, se você sonha com uma naked quatro cilindros pode economizar até R$ 10.000,00 na compra de uma Honda Hornet, como? Simples, uma Hornet nova custa 35 mil na concessionária, enquanto uma modelo 2009 é facilmente encontrada por 25 mil, mas cuidado, você tem que procurar bem para encontrar uma que realmente seja bem conservada e valha a pena.
Hornet 2009 pode ser encontrada facilmente por menos de 25 mil.
Separamos algumas dicas para que você faça uma boa compra de uma moto usada.
1- Confira a integridade do conjunto como um todo. Quanto mais original a moto estiver melhor, evite as motos customizadas pois estas são muito modificadas e podem esconder algum defeito. É de grande importância o bom senso do comprador. Uma moto com boa aparência pode indicar uma moto em melhor estado. Importante verificar sinais de uma queda, as vezes a moto pode ter sido pintada mas ainda restam marcas que denunciam um tombo. Verifique as pontas dos manetes e das manoplas, a lateral dos piscas, as pedaleiras e o escape, se houver arranhões em uma ou mais peças de um mesmo lado é um forte indício de que a moto já caiu.
Motos customizadas são mais difíceis de revender.
2- Parte elétrica: faróis, luz de freio, piscas, painel e buzina. Estes itens são os itens de segurança, importantes para um ótimo funcionamento na hora de pegar a estrada.
3- Vazamentos: verifique a ocorrência dos mesmos. É muito difícil de constatar no primeiro contato com a moto. É importante verificar o cabeçote e tampas laterais na parte inferior do motor, verifique também se existem marcas de ferramentas nos parafusos do motor, isto pode indicar que o mesmo já foi aberto. Muitas vezes vendedores desonestos deixam a moto com uma quantidade mínima de óleo lubrificante para que a mesma não solte aquela fumaça branca (sinal de motor precisando de retífica) quando estiver funcionando, portanto verifique o nível de óleo do motor.
Os parafusos do motor não devem ter marcas de ferramentas.
4- Motor: Tente identificar o bom funcionamento do motor. Para isso deixe-o funcionando até o aquecimento. Após este espaço observe a estabilidade de funcionamento na marcha lenta. Acelere até o conta giros no vermelho. Preste atenção na resposta do motor e estabilidade. O funcionamento incorreto e falho pode indicar vida útil comprometida. Preste atenção ainda se não ocorre a emissão de fumaça branca pelo escape em excesso.
5- Chassi: Verifique o quadro. Se a moto não é “torta” quando anda. Suspensão e rodas devem estar em bom estado. Preste atenção no encaixe das carenagens da moto. Se a moto em questão for uma trail, como uma XR Tornado ou Lander, procure por sinais de que ela foi usada em trilhas, como marcas  de pedradas nas partes baixas do quadro, arranhões nos aros e na balança traseira, veja também se a placa está amassada e danificada, isto é um sinal claro de que a moto pode ter sido usada no off-road e esse tipo de uso severo reduz bastante a vida útil dos componentes mecânicos.
Motos trail precisam de mais atenção na hora da compra.
6- Nas motos carenadas verifique a pintura, tente ver se é uma pintura muito nova para o ano da moto, normalmente motos que já foram pintadas deixam pequenos flagrantes nos encaixes das peças. Outro ponto importante é, nas carenagens adesivadas, verificar se o verniz está por cima ou por baixo do adesivo, se estiver por cima é porque a moto foi pintada.
Motos carenadas: Atenção com a pintura.
7- Observe ainda: Desgaste das manoplas e pedaleiras e possíveis adulterações nos quilômetros rodados da moto. Documentos e legalidade do veículo.
Se possível, procure um profissional especializado de sua confiança para lhe ajudar na escolha, boas compras!
Por: João Daniel (Motoblognatal)
Tags Related
You may also like
Comments

Comments are closed.