banner
941309_366836823462938_1042957023_n

Chefe da HRC no Brasil prevê um 2014 difícil para o esporte sobre duas rodas

941309_366836823462938_1042957023_n

Wilson Yasuda, nome forte da Honda há mais de 40 anos, especialmente na divisão de competição da marca, publicou em seu perfil no Facebook um texto em que enaltece as conquistas do esporte a motor sobre duas rodas no Brasil no ano de 2013 e prevê um 2014 difícil para o setor, graças em parte à Copa do Mundo e às Eleições.

Yasuda assim escreveu:

“Um novo ano se aproxima e vemos que todos nós apesar de desejarmos um Feliz ano Novo temos muitas dúvidas e preocupações. Podemos dizer que 2013 foi um ano onde tivemos razoável investimento nos esportes de 2 Rodas, com dois campeonatos de Motovelocidade , o Brasileiro de Motocross, Arenacross, Rally dos Sertões, Mundial de motocross além de muitas provas e campeonatos de várias modalidades, como regularidade, Velocross etc….

E 2014 como será ?

Podemos dizer que o cenário não apresenta muitas esperanças, pois teremos a Copa do Mundo e as eleições, que certamente trarão muita dificuldade, pois teremos uma paralisação nos meses da Copa. Além disso, o seguimento (Motos) fechará o ano com números menores que a meta. Certamente que as empresas terão dificuldades para manter os investimentos de 2013 e irão reduzir o apoio. O Foco estará voltado para a venda de produtos e não para o institucional.

Como todos sabem, para se praticar e participar de competições a motor temos que primeiro ter um equipamento competitivo, estrutura, pessoal especializado e patrocinadores. Sem estes quesitos básicos não será possível ter uma boa participação e resultados.

Dificuldade na aquisição de motocicletas, pois os preços estão muito acima das possibilidades de muitos, além dos custos de preparação, peças de reposição, desenvolvimento e viagens para atender os calendários que estão sendo divulgados, pois o Brasil tem dimensões continentais. Muitas equipes tiveram dificuldades em participar de todas a provas em 2013.

Neste momento todos estão aguardando o retorno dos projetos enviados, espera angustiante e ansiosa.

Para finalizar torço para que todos consigam, de alguma forma viabilizarem seus projetos: Pilotos, promotores, entidades e aqueles que de alguma forma prestam serviço nos eventos.

Quero parabenizar os vários promotores de eventos,Patrocinadores,Veículos de comunicação, Confederação, Federações Estaduais pelo trabalho e o desenvolvimento do esporte em 2013.

Um grande abraço a todos e um excelente 2014.”

Tags Related
You may also like
Comments

Comments are closed.